ALL investe R$82 milhões em máquinas para manutenção de linha férrea

Os 20 equipamentos são utilizados na conservação da geometria das linhas da ferrovia e melhorias na superfície de rolamento dos trilhos em trechos de alta densidade de tráfego

Raízen opera terminal com movimentação de 1 milhão de litros de etanol por dia no MT
ALL abre 300 vagas para operadores de produção
ALL inaugura trecho ferroviário que liga Alto Araguaia a Itiquira, no Mato Grosso

ALL-engenheiros

A ALL – América Latina Logística investiu, em três anos, R$82 milhões em 20 máquinas para manutenção da malha ferroviária que passa por Paraná, São Paulo e Mato Grosso. Os equipamentos são utilizados na conservação da geometria das linhas da ferrovia e melhorias na superfície de rolamento dos trilhos em trechos de alta densidade de tráfego.

“O investimento contribuirá não somente para o aumento da produtividade e da segurança das nossas operações, mas também para a evolução do transporte ferroviário do País como um todo”, diz o gerente de via da ALL, Ederson Padilha.

Os colaboradores da ALL recebem capacitação técnica com aulas teóricas e práticas para aprenderem o manuseio dos equipamentos.

“Todos os responsáveis pela operação das novas máquinas passarão por um período de adaptação. Isso é importante para que eles possam entender sobre o funcionamento dos aparelhos e usufruir da capacidade deles da melhor maneira possível”, explica Padilha.

A iniciativa também faz parte do plano de desenvolvimento da ALL que conta com investimento médio de R$ 700 milhões por ano. As aquisições tecnológicas e em melhoria da linha férrea permitiram que a companhia reduzisse em até 80% o índice de acidentes em suas malhas.

“Além de aumentar segurança nas vias, a aquisição dos novos equipamentos trará para a empresa expressivos ganhos operacionais e de vida útil aos trilhos”, conclui Padilha.

COMMENTS