Aeronaves sucateadas da Vasp são retiradas do aeroporto de Guarulhos (SP)

Foi removida do pátio uma das oito aeronaves de grande porte inutilizadas que estão estacionadas no terminal aeroportuário

Aviação doméstica brasileira transportou cerca de seis milhões de passageiros em fevereiro
Rolls-Royce fornecerá motores para três Airbus da Air Pacific
Gigantes da aviação atravessam o globo transportando cargas superpesadas

vasp-sucata-aeronave

O programa Espaço Livre – Aeroportos, da Corregedoria Nacional de Justiça, concluiu no dia 20/1 a retirada de uma das oito aeronaves de grande porte que estão estacionadas no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP). A aeronave removida era um Boeing 737-200, pertencente à Vasp. Um segundo Boeing, também da Vasp, já foi desmontado e será retirado do aeroporto nos próximos dias.

Além dos dois aviões citados, outro Boeing da extinta Vasp foi vendido em leilão e está sendo desmontado , já um avião da Fly, adjudicado em processo judicial, está para ser removido do local também. Com isso, restará no pátio do aeroporto mais um Vasp e três aviões, pertencentes às empresas TAF, BETA e Fly.

O último avião da Vasp em Guarulhos, um Airbus A300, será levado a leilão na próxima quinta-feira (30/1), em São Paulo, juntamente com outras três aeronaves, que estão nos aeroportos de São Luís (MA), Brasília(DF) e Salvador(BA).

O preço mínimo das aeronaves que vão a leilão no dia 30 varia de R$ 28 mil a R$ 60 mil, a depender do peso do equipamento.

A expectativa é que este seja o último leilão de aviões da Vasp, que deixou 27 aeronaves paradas em 10 aeroportos brasileiros quando deixou de operar, em 2008.

COMMENTS