Vale quer investir US$ 34 bi em minério de ferro e logística até 2018

Na visão da companhia, mundo passará a uma situação de excesso de oferta de minério de ferro a partir de 2015

Governo federal incluirá Ferrosul em plano de transporte e no PAC
Brado Logística terá R$ 1 bilhão em investimentos nos próximos cinco anos
Processo licitatório da ferrovia Transnordestina acontece neste mês

vale-mineracao

A mineradora Vale está planejando investir cerca de US$ 34 bilhões em minério de ferro e logística até 2018. Segundo José Carlos Martins, diretor executivo de Ferrosos e Estratégia da Vale, nesse período, a companhia poderá ter atingido uma produção de 450 milhões de toneladas ao ano da commodity.

De acordo com Martins, o mundo passará a uma situação de excesso de oferta de minério de ferro a partir de 2015. Na estimativa da Vale, o mundo terá um excedente de capacidade de 100 milhões de toneladas perto de 2018, com uma capacidade de produção de 1,6 bilhão de toneladas e um consumo de 1,5 bilhão de tonelada.

O diretor ressalta que o preço do minério não deve atingir picos como o observado este ano, quando superou os US$ 150 por tonelada. Para ele, ainda que em alguns momentos pontuais os preços estiquem ou caiam para abaixo de US$ 100 por tonelada, em média devem ficar entre US$ 100 e US$ 120 por tonelada nos próximos anos.

A previsão é de que a China cresça mais moderadamente nos próximos anos, enquanto as economias europeia e americana vão se recuperar e os mercados asiáticos e emergentes continuarão a crescer. Desta forma, conforme previsão da Vale, a demanda da indústria siderúrgica no mundo deverá crescer em média 2,7% de 2013 a 2020.

COMMENTS