MAN Latin America conclui testes com diesel de cana

MAN Latin America conclui testes com diesel de cana

Montadora constatou que biocombustível utilizado em veículos com motores Euro 5 reduz fumaça preta em 42%

Governo deve antecipar aumento da mistura de biodiesel no diesel
Inmetro desenvolve projeto para uso direto de óleo vegetal em motores a diesel
Ford investe em projeto para testes de eficiência do biodiesel

MAN-diesel-cana

A montadora MAN Latin America anunciou recentemente que completou 500 horas de testes com diesel feito de cana-de-açúcar em motores Euro 5 em bancada dinamométrica, cujos componentes do trem de força são medidos a partir de uma análise estática, simulando assim diferentes condições de operação.

A fabricante concluiu após a pesquisa que houve queda de 15% na emissão de NOx, 77% de material particulado, e diminuição em 42% de fumaça preta. Foram testados quatro caminhões Volkswagen Constellation 17.190 e dois 24.280, todos movidos com 100% de diesel de cana, durante o mês de junho, no Rio de Janeiro.

O próximo passo é expandir os testes às estradas, com veículos originais de fábrica, sem readequação dos motores para receber o combustível renovável. O diesel foi fornecido pela Amyris.

A MAN Latin America deu início aos estudos com diesel de cana ainda com veículos Euro 3. O pontapé inicial foi dado com a Santa Brígida, empresa de transporte urbano de São Paulo, quando testou cinco Volksbus 17.260 V-Tronic, com mistura de 10% de diesel de cana e 90% de diesel metropolitano, entre dezembro de 2011 e fevereiro de 2013. Os veículos percorreram mais de 500 mil Km. O abastecimento foi realizado pela BR Distribuidora dentro da sede da empresa, também com diesel desenvolvido pela Amyris.

COMMENTS