Obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia (GO) serão retomadas

Infraero investirá R$ 246,2 milhões nas novas instalações, que deveram ser concluídas em 18 meses de trabalho

Antonov estuda fornecer 70 novas aeronaves em cinco anos
Operações da JadLog aumentam 30% com a greve dos Correios
Tribunal de Justiça de SP responsabiliza empresas aéreas por poluição em Guarulhos

aeroporto-goiania-GO

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) informou em nota que assina hoje (18/9) a ordem de serviço para retomar as obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia/Santa Genoveva (GO).

Ao todo, R$ 246,2 milhões serão investidos nas novas instalações e o prazo de execução é de 18 meses.

Depois de concluído, o novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia contará com dois andares e 34,1 mil m². No local, estará disponível quatro pontes de embarque, 23 balcões de check-in, 11 elevadores, quatro escadas rolantes, três esteiras de restituição de bagagem e sete canais de inspeção (raio-x e detector de metal).

A instalação permitirá ao Aeroporto de Goiânia receber até 8,6 milhões de passageiros por ano, com uma demanda estimada de 4,8 milhões de embarques e desembarques para 2014.

As obras do novo terminal deverão ser concluídas em março de 2015. Ao mesmo tempo, a Infraero e o consórcio Via/Odebrecht estão trabalhando para atualizar e complementar o projeto executivo e orçamento da infraestrutura do novo terminal, que envolve as pistas de taxiamento, pátio de aeronaves e estacionamento de veículos. Esses documentos estão em elaboração e deverão ser enviados ao TCU (Tribunal de Contas da União) para análise até o final deste ano. Caso sejam aprovados, essa infraestrutura também será executada pelo consórcio e estará pronta junto com o terminal de passageiros.

Ao final das obras, o terminal do Aeroporto Santa Genoveva terá uma infraestrutura capaz de receber onze aeronaves no pátio, sendo quatro em pontes de embarque, e um estacionamento de veículos com 682 vagas.

COMMENTS