ZF inaugura centro técnico de compostos para produtos leves na Alemanha

Com a instalação, empresa focará na produção em escala de componentes de plásticos reforçados com fibra, para projetos de design leve

TNT transporta crânio de Tiranossauro Rex dos EUA para a Alemanha
Hamburg Süd e Aliança apoiam projeto de música clássica
Mercedes-Benz começa a exportar seus ônibus elétricos na Europa

zf-centro-inauguracao

A ZF, empresa de fornecimento de sistemas de transmissão e tecnologia de chassis para o setor automotivo, inaugurou recentemente o seu Centro Técnico de Compostos em Schweinfurt, na Alemanha. Nessa instalação, a empresa desenvolverá seus estudos para a produção em escala de plásticos reforçados com fibra (FRP), em uma área de mais de 400 m².

Todas as divisões do grupo se beneficiarão dessa produção, que é um requisito prévio para a maturidade de muitos conceitos de projetos leves para carros de passageiro e veículos comerciais que a ZF vem apresentado nos últimos anos.

Uma prensa é a ferramenta peça central do Centro Técnico de Compostos ZF, que opera de acordo com as normas de Pesquisa e Desenvolvimento Corporativo da ZF. Ela pode ser usada para produzir componentes de materiais duroplásticos, de acordo com o processo RTM (Moldagem de Transferência de Resina).

Em Schweinfurt, a ZF também vai poder produzir quantidades menores de peças complexas de FRP, próprias para protótipos. Desde o inicio de 2012, a ZF investiu um total de 3,1 milhões de euros em máquinas e edifícios para o Centro Técnico de Compostos.

“Nos últimos anos, estabelecemos um vasto conhecimento e ganhamos experiência em projetos leves, além de vir aumentando o uso de plásticos reforçados com fibra para esse propósito”, disse Michael Hankel, membro do Conselho de Gestão da ZF, responsável pelas divisões de Tecnologia Car Powertrain e Car Chassis, bem como da Produção Corporativa.

“Com o Centro Técnico de Compostos ZF, estamos focando agora especificamente nas tecnologias de processo para produção de volume usando esses materiais, e queremos disponibilizar esse conhecimento para todo o Grupo”, diz Hankel.

COMMENTS