Trechos norte do Rodoanel e Ferroanel de SP terão mesmo traçado

Acordo de R$ 332,8 milhões firmado pelo Ministério dos Transportes e o governo de São Paulo permitirá a sinergia

Brasil e México renovam acordo automotivo por mais quatro anos
Vale e Governo de SP firmam parceria para a realização de investimentos em logística
Linde e Konecranes iniciam operação conjunta na linha de máquinas de movimentação de contêineres

tracado-rodoanel-ferroanel

Um acordo no valor de R$ 332,8 milhões assinado nesta quinta-feira (22/8) pelo ministro dos Transportes, César Borges, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, permitirá que o Rodoanel Norte e o Ferroanel Norte sigam o mesmo traçado. Estima-se que a medida resultará em uma economia de aproximadamente R$ 1,3 bilhão, além de reduizir o impacto social e ambiental das obras. O documento determina que serviços de terraplanagem, drenagem, proteção de taludes e aterros, entre outros, devam ser executados em uma única etapa para os dois empreendimentos.

O Governo de São Paulo alega que a alteração no traçado original do Rodoanel será pequena, já que a faixa de domínio é larga o suficiente para receber a rodovia e a ferrovia, lado a lado. O cronograma da obra deverá ser redefinido.

O Ferroanel contemplará a Região Metropolitana de São Paulo e interligará as regiões de Campinas, Vale do Paraíba e Baixada Santista. O empreendimento é dividido em em trecho Norte e Sul. O tramo Norte possui 52,75 km e será o primeiro a ser viabilizado. A publicação do edital está prevista para o início de 2014.

Já o Rodoanel Norte, que teve suas obras iniciadas em março deste ano, terá 44 km de extensão e interligará os trechos Oeste e Leste do Rodoanel. A previsão é que o Rodoanel fique pronto em 36 meses de obras.

COMMENTS