Porto do Pecém (CE) bate recorde de movimentação em julho

Ao todo, foram movimentadas 541 mil toneladas de produtos; nos primeiros sete meses do ano, terminal totalizou 2.667,3 mil toneladas

Argius recebe da L’Oréal o Prêmio Excelência em Transportes
Pacer Logística fatura R$ 39 milhões em 2013
Movimentação de cargas no Porto de Chibatão (AM) cresce 13%

porto-de-pecem

O Terminal Portuário do Pecém (CE) movimentou no mês de julho, 541 mil toneladas, o que resultou em um recorde de movimentação mensal. Representando 44% acima em relação ao mês correspondente de 2012 (375 mil t), as importações de cargas a granel foram respon sáveis por 50% do resultado mensal, destacando-se o cimento não pulverizado denominado clínquer (72,9 mil t), carvão mineral (72,5 mil t), gás natural liquefeito (57,8 mil t), óleo combustível (35,3 mil t) e os óleos de petróleo (28,1 mil t).

Os primeiros sete meses de 2013 também registraram recorde, totalizando 2.667,3 mil toneladas, o maior movimento para o período, 20% acima em relação a 2012 (2.225,1 mil t). O incremento de 30% das mercadorias de importação (2.332,7 mil t) contribuiu para esse crescimento.

Na importação ganha relevância o crescimento de 258% apresentado pelo gás natural liquefeito (643,7 mil t), em relação ao mesmo período do ano passado (179,7 mil t); destacam-se também as importações de produtos siderúrgicos (461,1 mil t), com crescimento de 34% em relação ao apurado nesse período em 2012 (343,9 mil t) e as importações de carvão mineral (302,8 mil t), clínquer (156,1 mil t) e escória de altos fornos granuladas (125,2 mil t).

Entre as cargas exportadas nos sete primeiros meses do ano as que apresentaram maior movimentação foram às frutas com 40,6 mil t com destaque principalmente para o melão (26 mil t), castanha de caju (7,8 mil t), melancia (3 mil t) e manga (1,2 mil t). Outros produtos com destaque na exportação foram a água de coco (16 mi t), carnes (13 mil t), gorduras e óleos animais ou vegetais (10 mil t), granito (7,5 mil t) e calçados (7,4 mil t).

Na cabotagem os destaques foram as importações de produtos siderúrgicos (69 mil t) apresentando aumento de 316% em relação a igual período de 2012 (16,6 mil t) e as importações de cereais (63 mil t) o que representou um crescimento de 14% em relação aos sete primeiros meses do ano passado (55,3 mil t).

A movimentação de contêineres, de janeiro a julho, foi de 74.573 TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) e apontou um leve crescimento d e 0,4% em relação a igual período de 2012 (74.300 TEUS).

COMMENTS