ILFC fecha com a Embraer pedido de 50 aviões E-Jet

Contrato tem um valor estimado de US$ 2,85 bilhões, a preço de lista; acordotambém contempla opções para 50 jatos adicionais

Aeroporto de Rio Branco (AC) ganha reforma e ampliação
Passaredo lança promoção para voos que atendem ao Estado do Pará
CNJ desmonta seis aviões em Brasília (DF)

embraer-ejet-homeA Embraer e a ILFC (International Lease Finance Corporation), companhia de leasing e revenda de jatos para companhias aéreas, assinaram recentemente um acordo final para a venda firme de 50 aviões E-Jet E2, sendo 25 do modelo E190-E2 e os outros 25 E195-E2.

O pedido firme tem um valor estimado de US$ 2,85 bilhões, a preço de lista. O contrato também contempla opções para 25 E190-E2 e 25 E195-E2 adicionais, o que eleva o potencial do pedido para até 100 aviões.

Os E-Jets E2 representam o compromisso da Embraer de investir continuamente na sua linha de jatos comerciais e na liderança do mercado de 70 a 130 assentos.

A primeira entrega de um dos E-Jets E2 (o E190-E2) está prevista para o primeiro semestre de 2018. O E195-E2 está programado para entrar em serviço em 2019 e o E175-E2 em 2020. Mais de 950 E-Jets foram entregues até o momento. Atualmente, 65 clientes de 45 países adicionaram os E-Jets da Embraer às suas frotas.

COMMENTS