Família de aviões E-Jets da Embraer completa 10 milhões de horas de voo

Família de aviões E-Jets da Embraer completa 10 milhões de horas de voo

Com um pouco mais de nove anos em operação, foram realizados sete milhões de ciclos de voo; cerca de mil aeronaves do modelo operam em 43 países

Panalpina transporta dois helicópteros por Viracopos (SP)
ABSA e TAM Cargo iniciam operação conjunta de cargas no Brasil
Desmonte de aeronaves sucateadas paradas em aeroportos será retomado em agosto

embraer-190-familia

A frota mundial da família Embraer E-Jets alcançou no mês de maio a marca de 10 milhões de horas de voo, com um índice médio de conclusão de missão de 99,9% e a realização de sete milhões de ciclos de voo.

Ao todo, a família de E-Jets transportou em torno de 460 milhões de passageiros. Com um pouco mais de nove anos em operação, foram feitos mais de 1.200 pedidos firmes e quase 1.000 jatos entregues em todo o mundo a mais de 60 companhias aéreas em 43 países dos cinco continentes.

“Este marco é particularmente notável dada a duração média dos voos dos E-Jets, que é relativamente curta”, disse Paulo Cesar Silva, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial.

O acúmulo das horas de voo da frota mundial teve início depois da entrega de um E170 para a LOT Polish Airlines, primeiro operador de E-Jet, em março de 2004.

Segundo a fabricante, os E-Jets são projetados para, uma vez em solo, retornar rapidamente à operação, o que pode levar menos de 20 minutos. Isso ajuda a aumentar as taxas de utilização diária e tem contribuído para alcançar a marca de 10 milhões.

“A alta utilização das aeronaves tem contribuído para atingir essa marca apenas nove anos após o primeiro voo comercial. De fato, um de nossos clientes está voando uma média de 12 horas por dia em cada um dos seus E-Jets”, ressalta Silva.

COMMENTS