Elog adota agendamento de operações e acaba com filas no Porto Seco Barueri (SP)

Sistema vem sendo utilizado pela empresa há pouco mais de um mês; previsão é de que até o final do ano todos os Portos Secos da região Sudeste trabalhem com o método

Mais ágil que concorrentes, Elog é premiada por eficiência em transporte pela Infraero
Porto Seco Uruguaiana (RS) obtém licença para operar novos produtos alimentícios
KYB contrata Elog para operações logísticas

elog-porto-seco

Os caminhões que carregam e descarregam no Porto Seco Barueri (SP), controlado pela empresa Elog, passam a agendar horários para as operações. Desde a aplicação do sistema, que vem sendo utilizado há pouco m ais de um mês, problemas com filas de espera foram sanados, além de aprimorar questões na escala da equipe.

A previsão é de que até o final do ano todos os Portos Secos da região Sudeste trabalhem com o novo sistema. Já as unidades do Sul, deverão aderir em 2014.

“O desafio foi provar que era possível, uma vez que ninguém no mercado trabalhava dessa maneira”, afirma Rafael Lima, gerente de Operações Alfandegadas.

No início, equipes da Elog fizeram um levantamento da capacidade operacional, da necessidade de mão de obra, bem como desenvolvimento de planilhas e ferramentas para colocar o agendamento em prática.

Segundo Lima, o agendamento das operações em ambiente alfandegado viabilizou uma redução de custos para o cliente.

“Nossos clientes não precisam mais esperar em uma fila, o que evita estadias e custos extras de transporte. É só chegar na hora marcada para o atendim ento”, afirma.

Esse sistema permite que os clientes otimizem suas operações e aumentem o giro de suas carretas. Caso haja um imprevisto e o cliente não chegue na hora, a Elog faz um reagendamento para recebimento dessa carga.

COMMENTS