Conviasa assina contrato para mais sete jatos E190 da Embraer

Companhia aérea venezuelana passa a ter um total de 13 pedidos firmes para o jato E190, além de manter as opções adicionais para outras sete aeronaves do mesmo modelo

Embraer exibe pela 1ª vez no Brasil jato usado pela Presidência da República
NASA realiza voo de avião não tripulado
Aviação comercial terá novo Centro de Comando durante a Copa

embraer-conviasa-aviao

A fabricante de aeronaves Embraer e o Conviasa (Consorcio Venezolano de Industrias Aeronáuticas y Servicios Aéreos), empresa aérea da Venezuela, assinaram contrato para mais sete jatos E190, confirmando opções contratadas no pedido original, que contemplava seis pedidos firmes e 14 opções.

Com isso, a Conviasa passa a ter um total de 13 pedidos firmes para o jato E190, além de manter as opções adicionais para outras sete aeronaves do mesmo modelo.

“É gratificante poder contribuir para a modernização do transporte aéreo na Venezuela”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “Aliando economia e grande eficiência operacional com excelente conforto para os passageiros, os E-Jets seguem construindo uma sólida base de clientes em todo o m undo”.

Atualmente, a Conviasa opera seis jatos E190 nas rotas regionais da Venezuela e do Caribe. Até o final do 2013, a empresa aérea estará operando um total de 12 jatos E190, todos configurados com 104 assentos em classe única.

Depois que colocou o primeiro E-Jet no mercado, em 2004, a Embraer entregou mais de 950 jatos desta família.

COMMENTS