Comissão da Câmara estuda redução de tarifa de pedágio para caminhões

Comissão da Câmara estuda redução de tarifa de pedágio para caminhões

Proposta do deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), determina que os caminhões passem a pagar pedágio apenas pelo cavalo, excluindo do custo da tarifa o implemento

Bloquear vias públicas indevidamente será passível de detenção
Proposta de parcelamento de multas é rejeitada pela Câmara
Câmara analisa proposta que impede agente de trânsito de julgar recurso contra multa

MG-050-rodovia

A Comissão da Câmara que discute alterações na lei que estabeleceu limites às jornadas dos caminhoneiros quer alterar o modelo de cobrança de pedágio no Brasil. Um dos artigos propostos pelo relator da comissão, deputado Valdir Colatto (PMDB-SC), determina que os caminhões passem a pagar pedágio apenas pelo cavalo, excluindo do custo da tarifa o implemento.

Hoje, os veículos pesados representam 25% do total de pagantes de pedágio, mas respondem por até 80% da arrecadação de algumas rodovias.

Atualmente, motoristas de caminhão pagam pedágios até 12 vezes mais caros que os condutores de automóveis. Com a mudança, o caminhoneiro passaria a pagar apenas uma vez mais.

Por outro lado, alguns parlamentares são contra a proposta alegando que se a lei passar, as praças de pedágio cobrarão muito mais caro pela tarifa básica e todo o sistema de concessão terá que ser revisado.

Segundo Colatto, a mudança relativa ao pedágio é uma maneira de baratear os custos abusivos de frete praticados no Brasil.

Com informações da Folha de S. Paulo

COMMENTS