Grupo Daimler anuncia nova empresa para fortalecer negócios na China

Companhia Daimler Trucks and Buses China Ltd. (DTBC) tem como objetivo explorar novas oportunidades de negócio e expandir mercado de ônibus no país asiático

Produção total de petróleo e gás da Petrobras foi de 2,6 milhões de barris em janeiro
Marcopolo fecha 2010 com crescimento de 42,3% na produção
Ceagesp movimentou R$ 4,57 bilhões em 2010

china-caminhao-mercedes

Para reforçar a atuação no mercado chinês de caminhões, a Daimler AG anunciou a fundação da Daimler Trucks and Buses China Ltd. (DTBC). A companhia estabelece uma empresa juridicamente independente para seus negócios de caminhões e ônibus no país.

A empresa já obteve das autoridades locais a licença de funcionamento. A independência da estrutura permitirá que a DTBC aumente seu foco nas necessidades específicas dos clientes do segmento de veículos comerciais. Ao mesmo tempo, ao integrar o negócio de ônibus, criará espaço para explorar novas oportunidades de negócios.

“Com a criação da DTBC, estamos dando continuidade à estruturação de nosso negócio na China”, afirma Hubertus Troska, membro do Board of Management da Daimler, responsável pelos negócios do Grupo na China. “A nova Empresa de veículos comerciais é outro marco de progresso da Daimler no continente asiático e destaca nosso compromisso de longa data com o maior mercado de veículos do mundo, que também promete oferecer enorme potencial para o futuro”, completa.

Segundo Robert Veit, presidente e CEO da DTBC, a nova empresa fornecerá uma estrutura sólida para a futura expansão do negócio já existente de caminhões e continuamente ampliará o portfólio de produtos para o segmento de ônibus. “Com o desafiador mercado de caminhões da China, a criação da Empresa é muito oportuna, pois a DTBC irá aprimorar o planejamento estratégico, com maior eficiência, colaboração mais estreita com os parceiros e respostas mais rápidas aos clientes”, acrescenta.

Na China,  a Mercedes-Benz detém a liderança de mercado no segmento premium de caminhões importados entre os concorrentes europeus.

COMMENTS