Seis aeroportos do Rio passam por fiscalização de segurança e disciplina

Inspeção aconteceu no período de 19 a 21/4 nos aeroportos de Angra dos Reis, Fazenda Pedra Branca, Paraty, Jacarepaguá, Fazenda Portobello e Fazenda Bom Jardim, em Mangaratiba

IAG Cargo comemora incorporação de novos B747-8F à frota
Boeing 787 Dreamliner faz sua estreia no Chile
United Airlines testa Boeing 737-800 com novas winglets nas asas

angradosreis

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), em conjunto com a SAC (Secretaria de Aviação Civil), DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e a Polícia Federal, realizaram, no período de 19 a 21/4, a 2ª Operação de Fiscalização da Aviação Geral. Na ocasião, os terminais do Rio de Janeiro foram os selecionados. A inspeção aconteceu nos aeroportos de Angra dos Reis, Fazenda Pedra Branca, Paraty, Jacarepaguá, Fazenda Portobello e Fazenda Bom Jardim, em Mangaratiba.

A iniciativa de unir os principais órgãos do setor tem como principal objetivo a consolidação da doutrina de segurança operacional e da disciplina de voo na aviação geral brasileira (operação de táxi-aéreo, helicópteros, aeronaves de pequeno porte, privadas, executivas, etc).

No total, foram ab ordadas 92 aeronaves, e foram emitidos mais de 60 autos de infração pela Agência. Oito aeronaves foram impedidas de voar e 30 autos com infrações de tráfego aéreo foram aplicados pelo DECEA.

Inspetores de aviação civil da ANAC fiscalizaram a manutenção e documentação das aeronaves e tripulação. A Polícia Federal atuou na segurança dos inspetores durante toda a operação e em casos de identificação de ilícitos, enquanto o Comando da Aeronáutica, representado pelo DECEA, monitorou a execução das regras de tráfego aéreo e dos perfis dos voos, os quais são informados com antecedência pelo piloto por meio do plano de voo.

COMMENTS