Lufthansa Cargo projeta 25% de crescimento na operação Brasil/Europa

Acréscimo está estipulado para ser consolidado em cinco anos; quantidade passaria das atuais 80 mil toneladas/ano para mais de 100 mil toneladas/ano

Boeing projeta demanda de 35 mil aeronaves para os próximos 20 anos
Boeing 737-400F cargueiro da Modern Logistics já está autorizado a voar para o Brasil
Lufthansa recebe o primeiro A380 customizado com nova Business Class

lufthansacargo

A empresa Lufthansa Cargo estipulou para os próximos cinco anos um crescimento de cerca de 25% no volume total do mercado de carga transportada no aéreo do Brasil para a Europa. Com isso, a quantidade passaria das atuais 80 mil toneladas/ano para mais de 100 mil toneladas/ano, resultado que chegou a ser consolidado em 2008.

O anúncio foi feito pelo Andreas Otto, membro do Conselho Executivo da Lufthansa Cargo na Alemanha, quando esteve no Brasil neste mês de abril. Na ocasião, Otto disse que dois dos cinco Boeing 777F encomendados começam a chegar no segundo semestre deste ano. Com as novas aeronaves, a capacidade por voo passaria das atuais 85 toneladas do MD11 para 105 toneladas do B777F.

“Nosso esforço é para estarmos sempre entre as três maiores do mundo, mas nos preocupamos mais com rentabilidade do que com market share”, esclareceu.

Ainda de acordo com Otto, há a possibilidade de a aeronave ser utilizada em operações envolvendo o Brasil, mas ainda não há projeção para quando isso possa acontecer.

Atualmente, o Brasil representa 44% da receita referente à importação e exportação de carga transportada pela Lufthansa Cargo na América Latina e 18% da receita da empresa está relacionada com a América Latina.

COMMENTS