Mercedes-Benz ultrapassa marca de venda de 75 mil peças remanufaturadas

Montadora trabalha com a linha Renov, que inclui motores, câmbios, embreagens e outros itens remanufaturados para caminhões, ônibus e Sprinter. Marca registra venda das peças desde 2004, quando os produtos chegaram ao mercado

Mercedes amplia presença da Alliance no Brasil para reforçar participação no mercado de reposição
ZF atinge produção de um milhão de transmissões automáticas de 8 marchas
Volkswagen lança nova página na internet

mercedes-pecas-renov-75-mil

A Mercedes-Benz do Brasil comemora a marca de mais de 75 mil peças remanufaturadas vendidas. A linha Renov, de peças remanufaturadas, inclui motores, câmbios, embreagens e outros itens que compõe os caminhões, ônibus e Sprinter.

Sistema de venda de peças remanufaturadas foi adotado em 2004 pela montadora e se apresenta como solução de menor custo e com garantia de fábrica para a manutenção dos veículos. Segundo a Mercedes, são 34.400 motores, 11.240 câmbios, 21.200 embreagens, além dos demais itens: motores de partida, unidades injetoras, conjuntos de diferencial e turbinas.

“Somente nos últimos dois anos, vendemos cerca de 36.000 peças remanufaturadas. Esse expressivo volume comprova o interesse dos clientes na vantajosa linha RENOV como alternativa para manutenção de seus veículos”, afirma Mauro Santos, gerente de Marketing de Peças da Mercedes-Benz do Brasil.

A fabricante informa que a linha de peças remanufaturadas chega a ter custo de 55% do valor de uma peça nova e sua garantia de 12 meses ajuda os clientes a economizar na hora da manutenção e a não ficar com o veículo parado por falta de peças.
Com o reaproveitamento das carcaças, o processo gera redução de custos e torna os preços das peças remanufaturadas extremamente atrativos. Para garantir a eficiência e durabilidade do conjunto, o processo de reindustrialização se aplica aos componentes internos e externos. São realizados testes em 100% dos componentes, a fim de antecipar eventuais defeitos.

COMMENTS