Dilma quer a construção de 800 aeroportos regionais

Meta é oferecer transporte aéreo a todas as cidades de médio porte

Airbus supera meta de encomendas para 2015
ABSA Cargo Airline investe quase R$ 1 mi em terminal de cargas em Manaus (AM)
Cresce número de voos particulares no Brasil

A presidente Dilma Rousseff anunciou a intenção do governo em lançar um programa para construir 800 aeroportos regionais nos próximos anos nas cidades de médio porte, mas não divulgou prazos ou custos.

Porém, pela promessa de Dilma, as cidades pequenas necessariamente terão que ser contempladas: apenas 283 municípios têm mais do que 100 mil habitantes.

O plano em formulação no governo prevê ampliar de 146 para 200 o número de aeroportos regionais. Para chegar ao total de 800, é preciso incluir na conta os aeródromos, que não têm capacidade para receber voos regionais.

Dilma afirmou que o país tem dimensões continentais e enfrenta um gargalo de infraestrutura. “Em algumas regiões só tem uma forma de chegar, por aeroporto. Queremos que as cidades com até 100 mil habitantes tenham um aeroporto em torno de 50, no máximo 60 quilômetros delas. É uma necessidade também importante para o crescimento do país.”

Poucos dias depois do anúncio do fim da Webjet, que reforçou a concentração do setor no duopólio (TAM-Gol), Dilma disse que incentivará o fortalecimento da aviação regional “diferenciada da aviação de longo alcance”.

“Temos de interiorizar o transporte aeroviário no Brasil. Precisamos de médias empresas regionais de aviação.”

Ainda no setor de infraestrutura, Dilma prometeu unificar os órgãos que atuam nos portos e concluir em 2013 “praticamente todas” as licitações de ferrovias.

Com informações da Folha de São Paulo

COMMENTS