Scania e MAN não vão integrar operações

Até 2018, o Grupo Volkswagen pretende roubar da General Motors o posto de maior produtor de veículos do mundo

Carreta Volvista soma cinco mil caminhoneiros beneficiados
Singapore Airlines compra fatia da Virgin Australia
Programa Caminhão 100% promove manutenção preventiva gratuita na Rodovia Castello Branco

O grupo Volkswagen, após anos para concluir o processo de aquisição de ações e ganhar participação majoritária em dois importantes fabricantes de caminhões e ônibus da Europa, a sueca Scania e a alemã MAN, anunciou que o ritmo dos trabalhos para se tornar o maior produtor de veículos do mundo está acelerado.

Dois meses depois de assumir a presidência mundial da Scania, Martin Lundstedt veio ao Brasil esta semana para participar de reuniões estratégicas. Segundo ele, não está previsto nenhum tipo de integração entre MAN e Scania. “Muitas pessoas falam sobre integração, mas as duas marcas continuarão a atuar completamente separadas e concorrentes”, diz.

Com Scania e MAN, o grupo Volkswagen adquiriu a capacidade de atingir a meta, prevista para 2018, de roubar da General Motors o posto de líder mundial. Segundo Lundstedt, o processo de colaboração entre as marcas se dará em áreas de pesquisa, que envolvem altos custos, e compras de certos componentes, como eixos.

COMMENTS