Ocorrências de roubos de carga crescem mais de 5% em 2011

Ocorrências de roubos de carga crescem mais de 5% em 2011

Análise aponta que, mesmo com um volume de ocorrências 2% menor que em 2009, o valor subtraído é maior, chegando à R$ 920 milhões. Sudeste é a região com maior concentração de casos

ANP muda resolução e diesel menos poluente será oferecido em mais 700 cidades
Saiba como dar entrada no seguro DPVAT
Montadora indiana desenvolve carro movido a ar comprimido

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) divulgou um levantamento, coordenado pelo assessor de segurança da entidade, Coronel Paulo Roberto de Souza, que revela um aumento de 5,7% no número de ocorrências de roubo de cargas registradas em 2011.

No período, foram registradas 13 mil ocorrências, sendo o Sudeste a região com maior incidência, 83,57%.

“Temos uma grande dificuldade em coletar os dados regionais e estaduais todos os anos, por que muitos estados não disponibilizam estes números publicamente e, nesses casos, utilizamos os dados fornecidos por outras fontes, entre as quais as empresas seguradoras”, explica o Coronel Souza.

Em comparação ao ano de 2009, houve uma pequena queda no número de casos, 2%, porém um aumento considerável no valor das mercadorias, que foi de R$ 900 milhões, em 2009, para R$ 920 milhões, em 2011.

Os números divulgados foram calculados pela NTC&Logística com base nos dados informados pelas Secretarias de Segurança dos Estados, pelas empresas do  mercado segurador, pelas gerenciadoras de riscos,  transportadoras e outras fontes. O estado de São Paulo foi o que teve maior incidência de roubos, com 53,47%, seguido pelo Rio de Janeiro, com 23,61%.

“A grande maioria das cargas tem como origem ou destino o Sudeste do país, por isso a grande disparidade em relação a outras regiões”, salienta Souza.

COMMENTS