Iveco vai produzir caminhões e ônibus na África

Montadora anunciou a joint-venture com o grupo Sul-Africano Larimar para a produção anual de oito mil veículos

Marcopolo fornece 149 ônibus para empresa de transporte de passageiros do Gabão
MAN Latin America entra para o mercado de carros-fortes em Angola
Marcopolo fornece nove ônibus para companhia da Costa do Marfim

A Iveco e o Grupo Larimar, que atua no segmento de transporte público e na produção de carrocerias urbanas na África do Sul, assinaram um acordo para a formação de uma joint-venture para a fabricação de caminhões e ônibus no continente africano e na África do Sul.

A nova empresa se chamará Newco, e a Iveco terá uma participação acionária de 60%.

A Newco instalará uma fábrica nos subúrbios de Pretória, capital administrativa da África do Sul. A unidade industrial terá uma produção anual de 7.000 caminhões e 1.000 ônibus, empregando mais de 1.000 colaboradores. A empresa produzirá veículos comerciais leves, médios e pesados, assim como ônibus de motor dianteiro e de piso baixo. A produção terá início no segundo semestre de 2013, com a linha Eurocargo.

A parceria vai atender ao mercado local e países vizinhos membros da União Aduaneira da África Austral.
Os caminhões serão comercializados pela Iveco South Africa em toda a região sul da África, por meio de sua rede de distribuição atual e os ônibus serão distribuídos pela Newco.

“É uma honra para o Grupo Larimar fazer uma parceria com a Iveco e contribuir para o crescimento da empresa na África. Estamos orgulhosos de poder contribuir para esta parceria com nossa experiência na África do Sul e, principalmente, com nosso conhecimento mercadológico no segmento de ônibus”, afirma Franco Pisapia, diretor de Gestão da Larimar.

O Grupo Larimar é um diversificado grupo de empresas com atividades no transporte de passageiros, transporte comercial, fabricação, projeto e revenda de veículos, serviços financeiros e setores imobiliários. O grupo tem um faturamento anual de mais de R$ 2,1 bilhões e emprega mais de 4.100 empregados.

COMMENTS