Brado realiza operações noturnas em complexos portuários

Companhia estima chegar ao final de 2012 com uma participação de mais de 3% no mercado de contêineres entre Brasil e Mercosul

ALL quer entrada de sócio-investidor na Brado até o fim do ano
ALL termina 2011 com geração de caixa de R$ 1,5 bi
Brado Logística conquista clientes gaúchos no modal ferroviário

A Brado Logística vem apostando em operações portuárias em horários alternativos e de menor fluxo de atividades, com o objetivo de expandir sua participação no segmento. A meta é atender mais de 3% da demanda do mercado de contêineres entre Brasil e Mercosul ainda em 2012.

A diretora de negócios, serviços e intermodal da Brado Logística, Linda Machado, participou recentemente, da reunião realizada pelo Comitê de Usuários dos Portos e Aeroportos do Estado de São Paulo (COMUS), na Associação Comercial do Estado, para apresentar os projetos da Companhia, incluindo o início das operações noturnas nos complexos portuários de Paranaguá (PR) e Santos (SP).

As operações noturnas desenvolvidas pela Brado são muito parecidas com o projeto almejado pelo Comus, conhecido como Porto 24 horas. No Porto de Paranaguá as operações já acontecem há mais de um ano, no horário das 19h às 6h. Em Santos, os serviços começaram há seis meses, em parceria com a Santos Brasil.

“O objetivo é utilizar a capacidade do porto num horário que não é concorrido por caminhões, e assim contribuir para utilizar o volume máximo dos portos”, explica Linda.

A projeção é que a Brado invista mais de R$ 1 bilhão nos próximos cinco anos, com operações no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Mercosul.

COMMENTS