Petrobras contrata empresas para operação de 9 navios-sonda para perfuração no pré-sal

Equipamentos serão construídos no Brasil, em estaleiros na Bahia e Rio Grande do Sul

Petrobras termina coleta do óleo derramado na Bacia de Santos
Produção acumulada no pré-sal alcança marca de 192 milhões de barris de óleo equivalente
Petrobras assina contratos para a construção de dois novos módulos no pré-sal da Bacia de Santos

A Petrobras contratou as empresas Sete Brasil, Odebrecht e Etesco para o fretamento e operação de nove navios-sonda que serão destinados, principalmente, à perfuração de poços de petróleo no pré-sal da Bacia de Santos (SP).

Os navios serão construídos no Brasil, com percentuais de conteúdo local variando de 55 a 65%. Após a construção, as sondas serão concedidas à Petrobras por um período de 15 anos.

Dos seis navios-sonda a serem construídos no Estaleiro Enseada Paraguaçu, em Maragogipe (BA), quatro serão operados pela Odebrecht e dois pela Etesco. Esse estaleiro está em fase inicial de construção. Os outros três navios-sonda de perfuração serão construídos no Estaleiro Rio Grande 2, no município de Rio Grande (RS), todos operados pela Etesco.

Essas nove unidades serão entregues a partir de 2016 e poderão operar em profundidades de água de até 3 mil metros, com capacidade de perfurar poços de até 10 mil metros.

COMMENTS