Livro conta história do transporte rodoviário de cargas em Minas Gerais

Livro “Transportador Mineiro – História Pioneira” registra detalhes do desenvolvimento e das mudanças das empresas de transporte do estado, traçando um perfil historiográfico de 40 transportadoras

Governo Federal firma compromisso para obras no Anel Rodoviário de Belo Horizonte (MG)
Veículos pesados têm novas regras de circulação em Belo Horizonte (MG)
Webjet reduz preço da tarifa para divulgar novas rotas

O livro “Transportador Mineiro – História Pioneira”, da historiadora e gestora cultural Ana Maria Nogueira Rezende, lançado no último dia 22 de agosto, durante uma feira de transportes em Belo Horizonte (MG), retrata o perfil historiográfico de 40 empresas mineiras do setor de transporte e cargas rodoviárias, que possuem forte atuação no mercado atual.

A obra descreve detalhes e traz fotos de empresas pioneiras que ainda estão em atividade atualmente. Algumas com nomes diferentes dos originais, como por exemplo, a mais antiga, de 1931, é a Picorelli Transportes, de Juiz de Fora, que inicialmente era chamada Rodoviário Camerino. Os fundadores vieram da Itália para morar na cidade da Zona da Mata mineira.

A historiadora Ana Maria diz que há muitas semelhanças na história destas empresas, muitas são familiares e de origem italiana e já estão na segunda, terceira ou até quarta geração. “São histórias interessantes de pessoas que enxergaram o transporte como um negócio, em uma época em que isso não era comum”, explica Ana Maria.

O projeto foi realizado com apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e com envolvimento da Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (FETCEMG) e do Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (SETCEMG).

COMMENTS