Brado inicia operação de escoamento do açúcar de Araraquara (SP) para o Porto de Santos

Carga será escoada para o Porto de Santos e com um volume que pode alcançar 1.500 contêineres por mês

Exportações do agronegócio brasileiro alcançam US$ 6,77 bi em dezembro de 2014
Porto de Paranaguá (PR) movimenta 1,9 milhão de toneladas em janeiro
Movimentação nos portos do Paraná cresce 4% no 1º quadrimestre de 2013

O Terminal Intermodal da Brado Logística, em Araraquara (SP), iniciou as operações de  transporte ferroviário de açúcar em contêineres, com destino ao Porto de Santos. A Companhia construiu o Terminal na região Centro-Sul (maior polo açucareiro do Brasil, responsável por 90% da produção nacional de cana) para atender este setor.

A operação é feita em carretas da usina que transportam o açúcar até o Terminal da Brado, onde o contêiner é estufado e segue por ferrovia até Santos. Outra opção é o contêiner ser estufado na indústria e escoado pela Companhia até o complexo portuário. A expectativa é que sejam movimentados cerca de 1.500 contêineres por mês.

“O açúcar tende a ser uma das cargas de maior volume da Companhia. Todas as características operacionais somadas proporcionadas pela ferrovia oferecem soluções valiosas aos exportadores. Estamos contribuindo para a redução de gargalos logísticos e tornando as cargas brasileiras mais competitivas”, explica o gerente do Corredor Larga, Théo Camurça.

O Terminal de Araraquara tem 242 mil m² e capacidade para operar, inicialmente, dois mil contêineres mensais, podendo concentrar mais de 50 mil contêineres anuais, no período de cinco anos. As cidades de Araraquara, Américo Brasiliense, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Barretos e a região sul de Minas Gerais são atendidas pelo Terminal com operações de cargas de açúcar, carne, papel e cítricos, que serão escoadas para o Porto de Santos e destinadas, principalmente, para exportação.

COMMENTS