Nova pista de pouso do aeroporto de Macaé (RJ) entra em operação

Foram investidos cerca de R$ 1 milhão para o reforço estrutural e o micro revestimento asfáltico do pavimento da pista. Infraero já trabalha na ampliação do terminal de passageiros e na construção da nova torre de controle

Singapore Airlines compra fatia da Virgin Australia
Copa Airlines recebe a aeronave nº 100 e prepara comemoração
Demanda por voos domésticos cai pela primeira vez em 22 meses

A Infraero concluiu as obras de revitalização e adequação da pista de pouso e decolagem do Aeroporto de Macaé (RJ). Iniciadas em abril, as intervenções envolveram o reforço estrutural e o micro revestimento asfáltico do pavimento, com o empenho de R$ 1,06 milhão em investimentos.

O inicio das operações na pista marca o fim da primeira etapa de readequação do terminal fluminense. Estão em curso diversas obras de melhorias, que envolvem a ampliação do terminal de passageiros, construção de nova torre de controle e implantação do módulo operacional de navegação aérea (Mona).

O superintendente da Regional do Rio de Janeiro, Abibe Ferreira Júnior, ressaltou a importância dessas obras para o funcionamento do aeroporto. “O Aeroporto de Macaé é muito importante nas operações off-shore, com constante aumento na sua movimentação. Com isto, melhorias são necessárias e a Infraero está providenciando essas obras para fazer frente a uma nova realidade”, afirmou.

A construção do novo terminal de passageiros e edificações de apoio do aeroporto, em execução desde o início de junho, receberá investimentos da ordem de R$ 45 milhões. A área do terminal será ampliada de 900 m² para 11,1 mil m². A melhoria compreende ainda as reformas do edifício administrativo e operacional e do pátio de aeronaves, construção do novo sistema de acesso ao aeroporto e novo estacionamento de veículos, que passará de 74 para 460 vagas. A conclusão das obras está prevista para fevereiro de 2015.

A Infraero também já iniciou as obras para construção da nova torre de controle, instalações do Grupamento de Navegação Aérea (GNA) e Controle de Aproximação (APP) de Macaé. Serão investidos R$ 12,4 milhões na ação, que deve ser concluída até dezembro de 2013.

A nova torre terá 31 metros de altura e possibilitará a implantação de novos equipamentos de navegação aérea, assim como a ampliação das operações de controle de tráfego aéreo no local. A nova estrutura permitirá o aumento do campo de visão dos controladores de voo e proporcionará novas posições operacionais. A área do novo GNA, por sua vez, contará com simuladores para treinamento de pessoal.

COMMENTS