Auto Sueco São Paulo investe na formação profissional de jovens mecânicos

Programa ProJovem prevê a contratação dos novos profissionais pelas concessionárias da rede e conta com a participação de três mulheres na turma mais recente

Saiba como comprar caminhão usado de qualidade
Transportadora Panex renova frota com seis Scania 6×4
Iveco cria condomínio de fornecedores em fábrica de Sete Lagoas (MG)

A Auto Sueco São Paulo, concessionária de caminhões e ônibus da Volvo, está investindo no Projeto Jovem Mecânico (ProJovem), para a qualificação profissional de jovens com idade entre 16 e 18 anos de comunidades carentes.

O curso oferecido pela empresa forma profissionais em Mecânica Diesel Básica, com uma carga horária completa de 1.776 horas, divididas entre as disciplinas Metrologia, Motor, Transmissão, Freios, 5S, Ferramentas da Qualidade, Processos e Padrões Volvo, Garantia, Segurança no Trabalho.

A iniciativa surgiu da falta de mão de obra qualificada e da dificuldade em reter os mecânicos e mecatrônicos de manutenção de caminhões, que eram treinados pela empresa, mas seguiam para pequenas oficinas, sem o comprometimento com o grupo. “Nossa tarefa não é só formar mecânicos, mas cidadãos. Além de conteúdos técnicos, discutimos em sala, valores éticos com relação às práticas profissionais”, diz Jaime Ferreira, instrutor responsável pelo ProJovem.

O Grupo Auto Sueco São Paulo já colhe os benefícios do investimento. Dos 21 alunos das duas primeiras turmas, 15 ocupam vagas em áreas variadas da empresa como oficina, almoxarifado e consultoria Técnica, entre outras.

A terceira turma, que começou em agosto de 2011, vai concluir o curso em dezembro, propondo a formação de mais 11 jovens com a participação inédita de três mulheres. “Na intenção de acompanhar as tendências de mercado quisemos propor neste programa uma visão inovadora trazendo mulheres para as oficinas mostrando que, na atualidade, para se trabalhar na área de mecânica não é mais primordial força física, mas a dedicação no aprimoramento e também o desenvolvimento de competências para sistemas complexos como o de injeção eletrônica”, afirma Alessandra Lima, Business Partner de RH da Auto Sueco São Paulo.

A seleção dos candidatos é feita pelo Centro de Assistência e Motivação de Pessoas (CAMP Oeste), uma organização não governamental com a qual a Auto Sueco São Paulo tem parceria. Com investimento aproximado de R$ 300 mil/ano, os jovens recebem um salário mínimo, além de benefícios como, seguro de vida, vale transporte, cesta básica, refeição e convênio médico.

Os candidatos passam por treinamento nos laboratórios da empresa e também por aulas de português e matemática e noções de cidadania na ONG. Como contrapartida, precisam estar matriculados no ensino médio.

COMMENTS