Senado aprova empréstimo do BID para o trecho norte do Rodoanel

Recursos no valor de US$ 1,148 bilhão serão utilizados para a construção da via, último estágio do projeto do Rodoanel Mário Covas, que vai interligar todas as rodovias que cortam a cidade de São Paulo

Governo de SP inicia nova etapa de obras no trevo entre rodovias Anchieta e Padre Manoel da Nóbrega
Obras do trecho leste do Rodoanel têm início em SP
Artesp unifica velocidade limite no trecho de serra da Rodovia Anchieta (SP)

O Senado federal aprovou esta semana o empréstimo do Bando Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 1,148 bilhão para a construção do trecho norte do Rodoanel, último estágio do projeto do anel viário, que vai interligar as dez rodovias que cortam a Região Metropolitana de São Paulo.

O trecho norte terá 44 km de extensão e seu trajeto começará na confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães, antiga estrada Campinas/São Paulo (SP-332), e terminará na intersecção com a Rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Guarulhos.

Este estágio do Rodoanel prevê interligação com a Rodovia Fernão Dias (BR-381) e um trecho de ligação exclusiva de 3,6 km para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Licitação

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), empresa do governo paulista responsável pelo projeto, recebeu os envelopes com a documentação para a pré-qualificação para os seis lotes das obras. De acordo com a empresa, 25 concorrentes manifestaram interessem em participar da licitação, 17 deles organizados em consórcios e oito que irão competir individualmente.

Além de construtoras brasileiras, farão parte da concorrência empresas da Espanha, Itália, França, Portugal, México, Argentina e Coreia do Sul. O valor total previsto para as obras do trecho norte é de R$ 5 bilhões e esta já se configura na maior licitação de obra rodoviária em andamento no Brasil.

A escolha dos vencedores será pelo critério de menor preço integral em cada lote da obra. De acordo com edital da concorrência, um mesmo licitante poderá vencer até dois lotes de obras se conseguir comprovar, na pré-qualificação, proficiência técnica e saúde financeira para tal.

Projeto completo

Os quatro trechos do Rodoanel Mário Covas interligarão as 10 grandes rodovias que chegam à Capital: Bandeirantes (SP-348), Anhanguera (SP-330), Presidente Castello Branco (SP-280), Raposo Tavares (SP-270), Régis Bittencourt (BR-116), Imigrantes (SP-160), Anchieta (SP-150), Ayrton Senna (SP-070) e Presidente Dutra (BR-116) e Fernão Dias (BR-381).

Ao todo, o Rodoanel atravessará 17 municípios. No Oeste, São Paulo, Embu, Cotia, Osasco, Carapicuíba, Barueri e Santana do Parnaíba; no Sul, Embu, Itapecerica da Serra, São Paulo, São Bernardo do Campo, Santo André, Ribeirão Pires e Mauá; no Leste, Ribeirão Pires, Mauá, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Itaquaquecetuba e Arujá. E, no Norte, São Paulo, Guarulhos e Arujá

COMMENTS