Movimentação no Porto de Santos fica praticamente estável em 2011

Desempenho negativo de importantes cargas, como o açúcar e o milho frearam o crescimento do porto paulista

Hamburg Süd transportou mais de 3 milhões de TEUs no ano passado
Terminal Portuário Chibatão implementa pré-agendamento online
Hamburg Süd batiza porta-contêineres “Santa Ursula” no Brasil

O Porto de Santos (SP) registrou uma estagnação no crescimento do movimento de cargas em 2011. O volume de 85.995.109 toneladas movimentadas no ano representa apenas 0,7% de aumento em relação a 2010. Mesmo com esse resultado, o Porto de Santos ainda aparece na liderança do ranking de movimentação de cargas no país.

“A taxa de crescimento de Santos só não foi maior por conta do desempenho negativo de importantes cargas, como o açúcar (-13,11%) e o milho (-17,25%). Esses dois grupos de mercadorias representam mais de 25% da movimentação de cargas em Santos, por isso, em 2011, o comportamento adverso nos mercados desses produtos refletiu-se diretamente no desempenho portuário santista”, explicou o gerente de Estudos e Desempenho Portuário da ANTAQ, Fernando Serra.

Em segundo lugar, vem Itaguaí (RJ). O porto fluminense movimentou, no ano passado, 58.131.045 toneladas. Em 2010, esse número foi de 52.765.506 toneladas. Ao comparar os dois anos, registrou-se um crescimento de 10,17%.

Na terceira posição, aparece Paranaguá. O porto paranaense movimentou, em 2010, 34.348.405 toneladas. Em 2011, foram 37.418.523 toneladas: um aumento de 8,94%.

Os terminais de uso privativo (TUPs) movimentaram, em 2011, 577.048.010 toneladas contra 545.159.123 toneladas em 2010. Os portos organizados movimentaram 309.007.270 toneladas em 2011. Em 2010, esse número foi de 288.797.326 toneladas.

Em 2011, o setor portuário (portos + TUPs) brasileiro movimentou 886.055.280 toneladas. Em 2010, foram 833.956.459 toneladas. Os destaques ficaram por conta do minério de ferro, combustíveis e óleos minerais e contêineres. Os dados são do Anuário Estatístico Aquaviário, estudo realizado pela ANTAQ.

Os dez mais (2011)

1º – Porto de Santos (SP) – 85.995.109 toneladas.
2º – Porto de Itaguaí (RJ) – 58.131.045 toneladas
3º – Porto de Paranaguá (PR) – 37.418.523 toneladas
4º – Porto de Rio Grande (RS) – 17.933.213 toneladas
5º – Porto de Vila do Conde (PA) – 16.614.022 toneladas
6º – Porto de Itaqui (MA) – 13.913.818 toneladas
7º – Porto de Suape (PE) – 11.004.193 toneladas
8º – Porto de São Francisco do Sul (SC) – 10.089.511 toneladas
9º – Porto de Vitória (ES) – 8.112.748 toneladas
10º – Porto do Rio de Janeiro – 7.706.623 toneladas

COMMENTS