Centro de distribuição da Case New Holland e Iveco recebe certificação ambiental

Edifício é o primeiro Centro de Distribuição na América Latina, do setor de autopeças, a conquistar o certificado ambiental LEED Gold

Iveco anuncia novo vice-presidente para a América Latina
Brasil é o campeão da carga tributária na América Latina e Caribe
Boeing 787 Dreamliner faz sua estreia no Chile

O Centro de Distribuição de Peças da Case New Holland e da Iveco, em Sorocaba (SP), acaba de receber a certificação LEED Gold, concedida pelo United States Green Building Council (USGBC), uma organização sem fins lucrativos comprometida com o futuro sustentável por meio do desenvolvimento de edifícios de alta eficiência energética e ambiental. Este é o primeiro Centro de Distribuição na América Latina do setor de autopeças a conquistar este importante certificado ambiental.

“Desde o início, CNH e Iveco planejaram o Centro de Distribuição com o conceito Green Building, pois acreditam na eficiência dos processos e nas práticas sustentáveis adotadas pela organização. O objetivo da Fiat Industrial com esse empreendimento foi adotar tecnologias verdes durante todo o projeto, desde o local de construção até os materiais utilizados, sempre pensando no mínimo impacto para o meio ambiente e para a comunidade local, e em um ambiente agradável aos colaboradores”, afirma Pierre Fleck, presidente mundial de CNH e Iveco Parts & Services.

Atualmente, 477 projetos brasileiros são registrados no USGBC e 44 conquistaram o selo LEED, que tem diferentes níveis como o Certified, Silver, Gold e Platinum.

Para conquistar a certificação, o projeto do Centro de Distribuição foi baseado em cinco pilares do Green Building Council: planejamento do local (concepção, construção e operação de edificações e espaços construídos), gerenciamento do consumo de água, de energia, uso correto de materiais e qualidade do ambiente de trabalho.

O desenvolvimento do edifício foi realizado seguindo as exigências e orientações para gerar o mínimo impacto para a comunidade local e para o meio ambiente. Para isso, foram implantados projetos específicos de paisagismo e jardinagem em todo Centro. A ampla área verde permite a absorção de água pelo solo, evitando o assoreamento de mananciais, e muitas áreas de sombra. Além de politicas de economia de energia e coleta seletiva.

COMMENTS