Saiba como utilizar o Procaminhoneiro

Programa do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) que reduziu juros e aumentou prazos para transportadores do Brasil adquirirem veículos novos ou com até 15 anos de uso tem gerado dúvidas e grande interesse de empresas e autônomos. O Portal Transporta Brasil teve acesso à cartilha do programa. Saiba como pedir o seu financiamento

Procaminhoneiro terá taxa de 7% ao ano
BNDES libera R$ 1,47 bilhão para Metrô e sistema de trens de São Paulo
Prêmio Mercedes-Benz de Responsabilidade Ambiental recebe inscrições até 29 de setembro

O Procaminhoneiro, iniciativa do BNDES para a redução de juros e aumento de prazo para a aquisição de veículos novos ou usados (com até 15 anos de fabricação), gerou grande interesse em toda a comunidade transportadora do Brasil e o Portal Transporta Brasil tem recebido diversas mensagens de seus leitores com dúvidas sobre o programa.

Procuramos o BNDES para saber mais sobre o programa e tivemos acesso à cartilha do Procaminhoneiro, que traz algumas informações úteis para quem precisar financiar os caminhões.

Prazo

O programa, que está disponível para a compra de equipamentos novos como caminhões, chassis, caminhões-tratores, carretas, cavalos-mecânicos, reboques, semi-reboques, aí incluídos os tipo dolly, tanques e afins, devidamente registrados no órgão de trânsito competente, e carrocerias para caminhões, cadastrados no BNDES, ou usados, com até 15 anos de fabricação, tem prazo de pagamento de até 96 meses.

Além dos caminhões, o Procaminhoneiro permite a compra de sistemas de rastreamento novos, cadastrados no BNDES, quando adquiridos em conjunto com equipamentos novos e usados financiáveis; e seguro do bem e seguro prestamista, quando contratados em conjunto com equipamentos novos e usados financiáveis.

Quem pode pedir o financiamento:

  • Pessoas físicas residentes e domiciliadas no país, do segmento de transporte rodoviário de carga;
  • Empresários individuais, do segmento de transporte rodoviário de carga;
  • Microempresas, do segmento de transporte rodoviário de carga.

Taxa de juros

O custo do financiamento é de 2,5% ao ano, reduzida pelo governo federal em 30/08/2012, com vigência até o último dia do ano. O modo de pagamento tem duas opções: prestações iguais do início ao fim do pagamento ou  prestação inicial maior, que vai diminuindo ao longo do financiamento.

O financiamento do Procaminhoneiro permite a cobertura de até 100% do valor do bem para transportadores autônomos

Para conseguir o Procaminhoneiro, é necessário estar inscrito no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC). Para mais informações, entre em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pelo telefone 0800-610300. O veículo deve estar em situação regular nos órgãos de trânsito e o solicitador do financiamento deve estar em dia com suas obrigações fiscais, tributárias e sociais.

Como solicitar?

Para pedir o financiamento via Procaminhoneiro, basta ir a um dos bancos credenciados (lista abaixo), de preferência no banco onde você já tem conta. Seu gerente deverá informar toda a documentação necessária. Leve ao banco o modelo do veículo, fabricante e o valor. Depois da aprovação do financiamento, o gerente encaminhará as informações e documentos ao BNDES e informará o valor das prestações.

O programa está disponível apenas nos bancos credenciados:

Sociedades de Arrendamento Mercantil ou Bancos com Carteira de Arrendamento Mercantil, devidamente registrados no Banco Central do Brasil e credenciados no BNDES, desde que o arrendatário seja caminhoneiro autônomo (pessoa física) ou empresário individual ou microempresa, do segmento de transporte rodoviário de carga.

  • ABC-Brasil, ABN Amro BM, AF-TO, AFEAM, AFPARANA, Alfa BI, Alfa CFI
  • Banco do Brasil, Banco do Brasil Leasing, Badesc, Bancoob, Bandes, Banese, Banestes, Banrisul BM, Bansicredi, Basa, BDMG, BES BI, Bicbanco, BMG BM, BMG Leasing, BNB, Boncred FI, BPN BI, Bradesco BM, Bradesco Leasing, Brascan BM, BRB, BRDE, BRP , BV Leasing
  • Caixa RS, Caterpillar, CEF, Citibank BM, CNH BM, Cresol Baser, Cresol  SC-RS
  • Daycoval BM, Desenbahia, Dibens Leasing, Direção CFI, DLL Brasil
  • Fibra BM, Fidis BM
  • Goias Fomento, Guanabara BM
  • HSBC BM
  • Industrial B, Investe-Rio, Itaú BBA, Itaú BM, ItaúBank, Itaú Leasing
  • John Deere
  • Mercedes BM, Mercedes Leasing, Moneo BM
  • Nossa Caixa Desenvolvimento
  • Pine BM
  • Rabobank, Rendimento BM, Rodobens BM
  • Safra BI, Safra BM, Safra Leasing, Santander BM, Sofisa
  • Unibanco BM
  • Volkswagen BM, Volvo BM, Votorantim BM
  • WESTLB BR

Para ter mais informações, entre em contato com o BNDES:

www.bndes.gov.br

COMMENTS