Infraero inicia estudos para a construção do terminal de cargas de Palmas (TO)

Terminal aéreo de cargas de Palmas terá capacidade para movimentar até 15 toneladas por mês e fará a ligação com o sistema multimodal de distribuição para as regiões Norte e Centro-Oeste

Aeroporto de Curitiba (PR) recebe obras de recuperação nas pistas de manobra
Transporte aéreo de carga tem queda de quase 7% em 2015 e não deverá reagir em 2016
Acordo estabelecerá metas de qualidade de atendimento aos passageiros nos aeroportos

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), por meio de sua Superintendência Regional do Centro-Oeste/SRCO, anunciou o início dos estudos geotécnicos que permitirão a elaboração dos projetos da obra e licitação para construção do Terminal de Logística de Cargas (TECA) no Aeroporto Internacional Lysias Rodrigues, em Palmas (TO).

Este é o primeiro passo para a construção do terminal na capital tocantinense e para a ampliação do multimodal de transportes em implantação no Estado.

Quando concluído, o TECA de Palmas terá capacidade para movimentar até 15 toneladas de cargas por mês. A previsão é que sejam investidos na obra R$ 3 milhões por parte da Infraero, sem contrapartida do Estado.

As ligações multimodais para a logística de distribuição serão feitas juntamente com a Ferrovia Norte Sul, que já se encontra em condições de operações a partir do pátio de Palmas/Porto Nacional até Açailândia (MA) e de lá até o Porto de Itaqui em São Luis (MA) (com previsão de entrar em operação o trecho Palmas/Porto Nacional a Anápolis (GO) até julho de 2012). O sistema rodoviário estadual e federal e a Hidrovia Araguaia/Tocantins também vão integrar o sistema.

O Terminal de Logística de Cargas do Aeroporto de Palmas colocará o Estado do Tocantins em situação favorável quanto à distribuição de produtos para abastecer o Centro Norte e o Nordeste brasileiros.

COMMENTS