Rolls-Royce fecha acordo de US$ 275 milhões com o Departamento de Defesa dos EUA

Empresa britânica oferecerá serviços de reparo e manutenção de motores e sistemas de propulsão para aeronaves militares

Companhias aéreas brasileiras registram aumento em voos domésticos e internacionais
Lufthansa Cargo bate recorde de tonelagem transportada em 2011
Lufthansa é primeira companhia a adquirir novo Boeing 747-8

A Rolls-Royce, empresa de sistemas de energia, fechou contratos que somam mais de US$ 275 milhões para fornecer serviços de manutenção e reparo às Forças Armadas dos Estados Unidos. Entre os suportes que serão oferecidos pela companhia, está o atendimento Mission Care™, voltado para motores AE 1007C, AE 2100 e T56. Esses equipamentos impulsionam as aeronaves V-22, C-130, P-3 e C-2, utilizadas pela Força Aérea e pela Marinha norte-americanas.

“A Rolls-Royce está focada em atender a todas as necessidades e as exigências de nossos clientes militares e, para isso, busca fornecer pacotes de serviços e suporte sob medida. Esses contratos refletem a confiança que depositam em nossa experiência”, afirmou a presidente da divisão de Negócios com Clientes na América do Norte, Patrícia O´Connell.

Os negócios fechados recentemente entre o Departamento de Defesa dos EUA e a Rolls-Royce envolvem um contrato de serviços com a Força Aérea, no valor de US$ 112,2 milhões, para suporte a motores AE 2100 e sistemas de propulsão para aeronaves C-130J. Três contratos com o Corpo de Fuzileiros Navais, totalizando US$ 84,7 milhões, para serviços de manutenção em motores AE 1107C para aeronaves V-22. Além disso, um contrato de US$ 45,2 milhões para serviços de logística e engenharia para motores AE 2100 de aviões KC-130J e outro contrato de US$ 33,8 milhões com a Marinha para reparos em sistemas T56 de aeronaves P-3, C-130 e C-2.

Todos esses contratos englobam serviços e equipamentos a serem entregues em 2012 e 2013.

COMMENTS