Motores Rolls-Royce apresentam resultados positivos na Ásia

Modelos de propulsores Trent 1000, que equipam os Boeing 787 Dreamliner, tiveram performance de destaque na All Nippon Airways, com menos de um atraso em decolagem e cada mil voos

Aeronaves apreendidas por uso no tráfico são doadas a Estados
United e Continental recebem certificado de operação conjunta
Infraero retoma obras da nova torre de controle do aeroporto de Vitória (ES)

A Rolls Royce comemora o bom desempenho de seus motores Trent 1000, que equipam as aeronaves Boeing 787 Dreamliner. Segundo a empresa, os motores completaram 4 mil horas de voo nos aviões da All Nippon Airways (ANA) alcançando um recorde de 99,9% de entrega de confiabilidade. Menos de um em cada mil voos da empresa apresentou atrasos na decolagem por causa de problemas no motor.

“Esses são os melhores números de confiabilidade já alcançados pela Rolls-Royce na história dos motores Trent em operação no setor aéreo”, afirmou o diretor de Engenharia & Tecnologia da divisão de Aviação Civil, Peter Price. “Essa conquista demonstra a maturidade que procuramos imprimir no desempenho operacional dos motores Trent 1000 desde o começo do programa e que foi comprovada por um longo processo de testes e certificações que completamos no ano passado”, explicou o executivo.

Os motores Trent 1000 realizaram o primeiro voo do Boeing 787 Dreamliner em dezembro de 2009 e entraram em operação na ANA em outubro de 2011. “Os técnicos da ANA e da Rolls-Royce trabalharam juntos de forma harmoniosa nos últimos meses. O comprometimento que a companhia britânica demonstrou no desenvolvimento e manutenção dos motores Trent 1000 nos dá bastante confiança no sucesso de longo prazo da frota 787 Dreamliner”, vice-presidente executivo sênior da divisão de Operações de Voo da All Nippon Airways, Mitsuo Morimoto.

COMMENTS