Mercedes-Benz entrega primeiros caminhões fabricados em Juiz de Fora (MG)

Mercedes-Benz entrega primeiros caminhões fabricados em Juiz de Fora (MG)

Cinco unidades do Accelo, caminhão leve da marca, produzidos na fábrica mineira, foram entregues à FL Logística, empresa do Grupo FEMSA, para a distribuição de bebidas

Mercedes-Benz: ouvir as estradas deu resultado. E muito!
MB versus VW já é tradição nos caminhões
Mercedes-Benz inclui novos modelos de caminhões no Programa Mais Alimentos

A Mercedes-Benz comemora a entrega dos primeiros caminhões fabricados na planta de Juiz de Fora (MG). A montadora entregou esta semana cinco unidades do modelo leve Accelo para o cliente FL Logística, do grupo FEMSA, para a distribuição de bebidas.

A fábrica mineira da Mercedes está em plena atividade desde janeiro e opera com 800 colaboradores . A planta é considerada uma das mais modernas para a fabricação de caminhões do Grupo Daimler no mundo.

A FL Logística recebeu cinco unidades do modelo Accelo 1016C, equipadas com carroceria de bebidas da Facchini. Os caminhões são equipados com o motor BlueTec 5, que atende às novas de emissões Euro 5 e Proconve P7 por meio da tecnologia SCR, de redução catalítica seletiva, que utiliza o agente redutor Arla 32.

A Mercedes informou que outras 100 unidades de caminhões Accelo estão sendo entregues por seus concessionários aos clientes. O modelo leve tem sua produção concentrada em Juiz de Fora, que também monta o extrapesado Actros, em sistema CKD (Completely Knocked Down).

A montadora afirma que, ao longo deste ano, o conteúdo nacional do Actros produzido no Brasil vai aumentar gradativamente e prevê a conclusão do processo até 2014.

A fábrica de Juiz de Fora traz uma série de características para aumentar a velocidade e a qualidade da produção, segundo a montadora. Um atributo inédito na linha mineira é a inexistência de linhas de arraste, sistema no qual os veículos ficam fixos a uma esteira movimentada por um motor e o ritmo da produção é ditado pelo movimento. Em Juiz de Fora, o sistema de transporte adotado é o de veículos autoguiados, os AGVs (Auto Guided Vehicles). De acordo com um profissional da produção, a vantagem é que os AGVs permitem que a linha ande de acordo com a produção, cujo ritmo não é mais ditado pela esteira.

COMMENTS