ALL termina 2011 com geração de caixa de R$ 1,5 bi

No período, empresa deu início às atividades de sua subsidiária Brado Logística, criou a Ritmo Logística e anunciou a criação de uma empresa de mineração

ALL planta 65 mil mudas de árvores em MT
ALL dará início ao transporte de biodiesel entre RS e PR ainda em agosto
Rumo inaugura primeira fase de terminal em Itirapina (SP)

A América Latina Logística (ALL) terminou 2011 com balanço positivo. No período, a empresa atingiu receita de R$3,7 bilhões, geração operacional de caixa de R$1,5 bilhão e lucro liquido de R$245 milhões. Somente no quarto trimestre, a receita bruta consolidada atingiu R$ 857 milhões, 22,5% maior que em 2010, enquanto a geração operacional de caixa aumentou 14,1%, para R$ 274,1 milhões.

“O ano foi marcado por importantes realizações que reforçaram os fundamentos de longo prazo do nosso negócio ferroviário e pela consolidação da nossa estratégia de criar novos negócios a partir da nossa infraestrutura ferroviária”,” diz Paulo Basílio, presidente da ALL. No período, a companhia realizou investimentos na ordem de R$ 872 milhões. Desses, R$ 216 foram destinados à construção da ferrovia até Rondonópolis-MT.

Quanto aos projetos estratégicos, a Brado Logística, subsidiária da ALL, deu início às suas atividades no segundo trimestre. No terceiro, a companhia criou a Ritmo Logística, uma empresa 100% voltada para o negócio rodoviário. Em dezembro, a ALL anunciou a criação da Vétria Mineração, empresa que terá um sistema integrado com mina própria em Corumbá, logística ferroviária por meio de contrato operacional de longo prazo com a ALL e terminal portuário privado em Santos.

COMMENTS