Axor, da Mercedes-Benz, aposta no câmbio automatizado para economizar combustível

Câmbios PowerShift, que equipam os pesados da marca, aumentam o conforto do motorista e vêm como item de série dos modelos Axor acima de 330 cavalos

Os 10 brutos mais vendidos do Brasil
Mercedes-Benz começa ano com fortes vendas – vídeo canal LEODOCA
Mais 100 Actros para o agronegócio

A renovada linha de caminhões que a Mercedes-Benz apresentou para 2012 traz, nos modelos da família Axor acima de 330 cavalos, o câmbio automatizado PowerShift, equipamento que a fabricante apresenta como ferramenta para melhorar o conforto do condutor e otimizar o consumo de combustível.

O câmbio automatizado já equipada os extrapesados da família Actros, caminhão top de linha da marca, e apresenta características como ausência do pedal de embreagem e anéis de sincronização, o que permite que as engrenagens sejam mais largas e robustas, demandando menor custo de manutenção. O câmbio também proporciona redução de peso no veículo, o que ajuda na economia de diesel.

“A grande vantagem do sistema automatizado de troca de marchas é a otimização do consumo de combustível. Além disso, o PowerShift tem potencial para minimizar as diferenças de condução entre os motoristas de uma frota, aproximando os menos experientes aos melhores, fazendo com que a média de consumo da frota melhore significativamente”, afirma Joerg Radtke, gerente de Marketing de Produto Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

Segundo a fabricante, o sistema PowerShift atua de forma eletropneumática sobre a trambulação, não havendo ligação mecânica entre o seletor de marchas e o câmbio. Os engates são selecionados eletronicamente visando a melhor condição de marcha para a situação de condução. A marcha escolhida é engrenada eletropneumaticamente, sem pedal de embreagem.

Câmbio automatizado para modelos fora-de-estrada

Para os modelos Axor fora-de-estrada com motor OM 457 LA está disponível o já conhecido câmbio semi-automatizado ComfortShift. Por meio de um “joystick”, a marcha é pré-selecionada pelo motorista e esta marcha é eletronicamente engrenada assim que ele pressiona o pedal da embreagem.

COMMENTS