Novo sistema de controle aéreo entra em operação em Brasília (DF)

Ferramenta é capaz de processar dados de radares integrando-os com informações de constelações de satélites possibilitando o controle do avião durante todo o voo

Aeroporto de Araçatuba (SP) tem movimento quase 40% maior em 2012
Aeroportos de Nova Iorque (EUA) registram recorde de passageiros em 2013
Infraero entrega nova sala de embarque e estacionamento para Aeroporto de Foz do Iguaçu (PR)

Com investimento de aproximadamente R$ 9 milhões, começou a operar em Brasília (DF), nos últimos dias de janeiro, o Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional (Sagitário) no primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I). Segundo o Ministério da Defesa, esse novo sistema melhora a segurança do tráfego aéreo nacional.

A implantação em outras unidades de controle de tráfego significa mais R$ 15 milhões em investimentos, inclusive com treinamento dos operadores. Até o final de maio deste ano, o Sagitário deve ser implantado no Cindacta IV (Manaus). Ele já opera nos Cindacta II (Curitiba) e no Cindacta III (Recife). Anteriormente, O sistema utilizado era o X-4000, que auxiliava os controladores de voo na prestação do serviço de vigilância.

De acordo com o comunicado, “a principal mudança com o Sagitário é que o sistema fica capaz de processar dados de radares integrando-os com informações de constelações de satélites, como o GPS, o que possibilita o controle da aeronave durante toda a duração do voo. Outra alteração que acontece com o novo software é a possibilidade de sobreposição de imagens meteorológicas sobre a imagem do setor controlado para identificar alterações no tempo”.

COMMENTS