Lufthansa Cargo bate recorde de tonelagem transportada em 2011

Empresa operou o transporte de cerca de 1,9 toneladas de carga e correio no ano passado, um aumento de 5%

TAM Cargo amplia oferta semanal de transporte de cargas entre São Paulo e Manaus (AM)
Emirates SkyCargo transportou mais de 25 mil toneladas entre a América do Sul e sua rede global
FedEx Express leva dois pandas chineses para a França

A Lufthansa Cargo registrou em 2011 recorde de tonelagem transportada durante o ano. Segundo números da empresa, a aérea realizou o transporte de 1,9 milhão de toneladas de cargas e correio no ano passado, um crescimento de 5% em relação a 2010.

De acordo com a companhia, o resultado adicional se deveu principalmente às novas capacidades dos aviões da Austrian Airlines oferecidas desde o segundo semestre de 2010, assim como à ampliação da frota da joint venture AeroLogic para oito cargueiros Boeing 777.

Em circunstâncias de mercado cada vez mais difíceis, a Lufthansa Cargo conseguiu aumentar o faturamento em toneladas-quilômetro em 6,5%, obtendo alto fator de aproveitamento de espaço de 69,5% (ano anterior 70,9%). “Aproveitamos a forte demanda por exportação, principalmente em nosso mercado natal Alemanha, ganhando participações de mercado. No importante mercado de carga aérea Ásia, porém, a conjuntura piorou no decorrer do ano, o que resultou em excesso de capacidade e forte pressão sobre todas as empresas aéreas concorrentes”, comentou os dados Karl Ulrich Garnadt, presidente da Lufthansa Cargo. “O fato de termos conseguido manter o rumo do crescimento em nível global apesar dos ventos contrários, mostra a força e a capacidade de adaptação da Lufthansa Cargo.”

Ainda de acordo com o presidente, a empresa de carga aérea está cautelosamente otimista em relação ao ano em curso: “A Lufthansa Cargo está extremamente bem posicionada em todos os mercados em crescimento. Manteremos o rumo de sucesso e direcionaremos nossa capacidade de forma flexível e ajustada à demanda.” A decisão a ser tomada pelo Tribunal Administrativo Federal alemão sobre o número de voos noturnos permitidos em Frankfurt também será de importância decisiva para o futuro da empresa. “A Alemanha se beneficia de um setor de transporte aéreo forte e de sucesso, que não pode ser desacoplado das correntes globais de mercadorias durante várias horas por dia. A proibição de voos noturnos atingiria severamente toda a indústria e colocaria em perigo milhares de vagas de trabalho, e não só em empresas de logística na base Alemanha.”

COMMENTS