United e Continental recebem certificado de operação conjunta

Processo para integração das empresas aéreas durou 18 meses e envolveu mais de 500 funcionários de ambas as companhias. Para os clientes, mudanças começam a surgir somente no primeiro trimestre de 2012

Acidente com cargueiro americano fecha aeroporto de Viracopos (SP)
Governo do Sergipe e Infraero firmam acordo para construção de novo terminal de Aracaju
Terminais de carga da Infraero registram aumento de 3,58% na movimentação

 

A United Continental Holdings que recebeu da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) a autorização para o certificado de operação conjunta. Esse é um passo importante para a integração da United e da Continental Airlines.

Essa etapa do processo de fusão não altera a forma como os consumidores interagem com as companhias aéreas. Os clientes das duas aéreas continuam, por hora, recorrendo aos sites de cada companhia para adquirir passagens, escolher assentos e consultar informações de seus voos. A partir do primeiro trimestre de 2012, as empresas migrarão para um sistema único de reservas – que será o momento, do ponto de vista do cliente, em que as companhias começam a funcionar como uma só empresa.

O processo de integração durou 18 meses. Nesse tempo, alinharam seus procedimentos e políticas de operação com o objetivo de obter este certificado da FAA. Uma equipe formada por mais de 500 funcionários de ambas as companhias se dedicou a avaliar minuciosamente cada um dos programas, processos e especificações de operação de cada companhia antes da integração.

“Gostaria de agradecer a equipe da United, Continental, FAA, Departamento de Transportes e tantas outras autoridades em todo o mundo que dedicaram tanto tempo e esforço para que pudéssemos alcançar este certificado de operação conjunta”, afirmou o presidente e CEO da United, Jeff Smisek. “Temos, ainda, muito trabalho pela frente na integração total dessas grandes empresas aéreas, mas este é um marco muito importante.”

COMMENTS