Comissão da Câmara rejeita bafômetro como equipamento obrigatório nos veículos

Projeto de Lei 2057/11, do deputado Paulo Wagner (PV-RN), será arquivado, a menos que haja recurso de 52 deputados para sua votação em Plenário

Projeto que torna Lei Seca mais rígida será votado no Senado
Perito fará exame em quem se recusar a fazer o teste do bafômetro em SP
Semana Santa de 2015 apresentou queda de 31% no número de acidentes fatais em BRs

Foi rejeitada no dia 14/12, pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 2057/11, do deputado Paulo Wagner (PV-RN), que torna o bafômetro um equipamento obrigatório em todos os veículos.

“Não parece razoável exigir a instalação do aparelho em todos os veículos saídos de fábrica no Brasil, onde o preço dos automotores já é, comparativamente, mais elevado”, disse o relator, deputado Milton Monti (PR-SP).

Segundo ele, o crucial é investir na educação dos condutores. “O motorista, portanto, não precisaria de nenhum instrumento de medição, pois saberia que qualquer ingestão de bebida alcoólica pode lhe colocar em posição de descumprir a norma legal”, defende.

O projeto será arquivado, a menos que haja recurso de 52 deputados para sua votação em Plenário.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

COMMENTS