Boeing bate recordes de velocidade e distância com modelo 787 Dreamliner

Voo dos EUA à Bangladesh estabeleceu novo recorde de velocidade com um tempo de viagem total de 42 horas e 27 minutos

American Airlines confirma maior pedido da aviação mundial: US$ 40 bi
ANAC fiscaliza seis aeroportos de São Paulo e encontra mais de 90 aeronaves irregulares
Fim definitivo da Cide sobre combustível de aviação avança na Câmara

A fabricante de aeronaves Boeing registrou com o modelo 787 Dreamliner recordes mundiais em velocidade e distância para esta classe de avião. O sexto 787, ZA006, equipado com motor General Electric GEnx, partiu do campo da Boeing em Seattle (EUA) às 11h02 do dia 6/12 e definiu a distância recorde da sua categoria (440,000-550,000 lbs.) com 10.710 nmi (milhas náuticas) – o que corresponde a 19.835 km – voando para Dhaka (Bangladesh) com crédito de 10.337 nmi (19.144 km). Este recorde foi anteriormente atingido pelo Airbus A330 com base de voo em 9.127 nmi (16.903 km), em 2002.

Após uma parada de duas horas para reabastecer na cidade de Bangladesh, a aeronave retornou a Seattle. O avião pousou às 5h29 do dia 8/12, estabelecendo um novo recorde de velocidade com um tempo de viagem total de 42 horas e 27 minutos.

O 787 levou seis pilotos, um observador da NAA (Associação Nacional de Aeronáutica), operadores e outros funcionários Boeing, com treze pessoas no total.

“As capacidades de velocidade e distância são fundamentais para agregar ainda mais valor ao que o 787 traz ao mercado”, disse Scott Fancher, Vice-presidente e gerente geral do programa 787.

COMMENTS