Restrições aos caminhões chegam ao ABC paulista

Restrições aos caminhões chegam ao ABC paulista

Medida é uma tentativa de reduzir os congestionamentos nos três grandes eixos de interligação da região

Scania fecha venda de chassis de ônibus para empresa de transporte coletivo do ABC paulista
São Bernardo do Campo (SP) terá fábrica de aviões de guerra
Caminhão-teatro da Scania leva concerto de piano para festa de 459 anos de São Bernardo do Campo (SP)

Foi aprovada nessa segunda-feira (7/11), pelos prefeitos das sete cidades que compõem o Grande ABC (SP), a proibição de caminhões em 23 vias da região. A medida é uma tentativa de reduzir os congestionamentos nos três grandes eixos de interligação da região. A proibição passará a valer no dia 21 de dezembro. Os motoristas infratores só começarão a ser autuados a partir de fevereiro

A restrição vale das 6h30 às 9h e das 16h às 20h. Os VUCs (Veículos Urbanos de Carga, com até 3,6 metros entre parachoques) terão trânsito livre. A multa para o infrator será de R$ 85,51 e renderá cinco pontos na CNH .

A proibição valerá nos três eixos prioritários definidos pelo Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.  O primeiro representa a ligação entre Ribeirão Pires e São Caetano e engloba as avenidas Humberto de Campos, Capitão João, Perimetral, Dom Pedro II e Goiás, entre outras.
O segundo eixo, que liga Santo André a Diadema, contempla as avenidas Fábio Eduardo Ramos Esquível, Piraporinha, Lucas Nogueira Garcez e Pereira Barreto. O último corredor liga São Bernardo a São Caetano e é composto pelas avenidas Lauro Gomes, Dr. Rudge Ramos, Taboão e Guido Aliberti, além da Estrada das Lágrimas.

COMMENTS