Setor farmacêutico fecha acordo de flexibilização das tarifas de cargas importadas

Empresas filiadas ao Sindusfarma serão beneficiadas imediatamente

Turkish Airlines regista crescimento de 12% no número de passageiros transportados em 2011
Rolls-Royce fecha contrato de US$ 598 millhões com Departamento de Defesa dos EUA
Emissão de gases-estufa pela aviação civil no Brasil cresce 32% de 2005 a 2013

Nesta quinta-feira (1), entra em vigor a nova Tabela de Flexibilização das Tarifas da Infraero de armazenagem e de capatazia aplicadas às cargas importadas pelas empresas que trabalham no segmento químico-farmacêutico. A nova tabela é direcionada às empresas que estão enquadradas nos Códigos Nacionais de Atividades Empresariais (CNAE).

As companhias cadastradas na flexibilização do Sindicato das Indústrias de Produtos Farmacêuticos do Estado de São Paulo (Sindusfarma) serão beneficiadas imediatamente. Elas terão um prazo de 90 dias para a assinatura do Termo de Acordo e ficarão condicionadas à nacionalização mensal das cargas importadas por vias aéreas, nos terminais de logística de carga da Infraero.

Os novos clientes que quiserem efetuar o cadastro estarão condicionados, primeiramente, à solicitação da empresa interessada e à assinatura do Termo. Não é necessário que elas estejam filiadas ao Sindusfarma.

COMMENTS