Prefeitura de São Paulo define novas restrições a caminhões

Prefeitura de São Paulo define novas restrições a caminhões

Veículos transportando carga perigosa não poderão trafegar das 5h às 10h e das 16h às 21h no centro expandido; medida passa a valer a partir de 3 de setembro

Volvo oferece workshop de gestão de custos operacionais
Volkswagen Caminhões e Ônibus anuncia investimento bilionário: áudio com o CEO Andreas Renschler
Paraenses vencem e deixam apenas duas vagas para a final do MMCB

A partir do dia 3 de setembro estará parcialmente proibida a circulação de caminhões que transportam produtos perigosos no minianel viário e no centro expandido da cidade de São Paulo, a área onde vigora o rodízio municipal.

A prefeitura do município alega que o objetivo da medida é disciplinar o transporte de produtos como gases inflamáveis e componentes químicos minimizando o impacto dos acidentes. Portaria foi publicada hoje nesta terça (2/8), no Diário Oficial.

Desta forma, proibição valerá entre segunda e sexta-feira, exceto feriados, das 5h às 10h e das 16h às 21h. Estão fora da proibição veículos que transportam produtos perigosos de consumo local, como combustíveis, ar comprimido e oxigênio.

De acordo com um levantamento realizado pela prefeitura de São Paulo, em média, 14 acidentes envolvendo caminhões com carga perigosa são registrados todo ano. Atualmente, a capital do Estado conta com 178 agentes que fiscalizam este tipo de transporte.

Em breve serão instaladas placas de sinalização para orientar os motoristas sobre a nova restrição.

Com informações do Metro SP

COMMENTS