Mato Grosso recruta mulheres para o volante

Mato Grosso recruta mulheres para o volante

Associação das transportadoras do Estado criou programa de treinamento e capacitação de motoristas mulheres para atender à demanda por profissionais na região mais importante para a logística do agronegócio no Brasil

Alta demanda de soja impulsiona exportações no Porto de Paranaguá (PR)
Concessionária Metro-Shacman de Sorriso (MT) vende 20 caminhões para setor do agronegócio
Safra global de grãos em 2016/17 deve passar de bilhões de toneladas

As mulheres estão sendo convocadas para ajudar a solucionar o problema generalizado de falta de motoristas profissionais qualificados para o transporte de cargas no Estado do Mato Grosso. A ATC, Associação das Empresas de Transportes local, criou um programa para oferecer treinamento e capacitação para as candidatas ao volante dos extrapesados que carregam a produção de grãos e outros produtos do agronegócio rumo às exportações.

De acordo com o diretor executivo da entidade, Miguel Mendes, os associados procuraram a associação em busca de motoristas do sexo feminino para preencher seus quadros operacionais. “Para os empresários, as mulheres ao volante são mais organizadas e planejam mais seus roteiros de viagem, apresentando melhores resultados operacionais e economia de combustível. Elas são muito responsáveis em relação às leis de trânsito, ao tempo de direção e aos horários de descanso, tornando as viagens mais seguras”, comenta Miguel.

A ATC está convocando mulheres habilitadas nas categorias B, C, D e E para participar do curso do Programa Guia Volante, que oferece conteúdo teórico em técnicas operacionais em veículos extrapesados, direção defensiva, direção econômica, mecânica básica, uso racional dos pneus, tecnologia embarcada, manutenção preventiva, documentação do veículo e da carga, saúde do motorista, ergonomia e primeiros socorros. Depois de passar pelas aulas teóricas, as alunas habilitadas com categoria E podem fazer o percurso de 1.200 km nos quatro caminhões da ATC.

“Além de treinar e capacitar as mulheres com habilitação E para indicar às empresas associadas, estamos fazendo um trabalho para atrair outras possíveis candidatas para fazer o curso e ingressar na profissão”, conta o executivo da entidade.

A primeira turma de 20 mulheres formou-se no dia 18 de junho e agora passará para a parte técnica do treinamento. O Programa Guia Volante da ATC já treinou e qualificou mais de 2.000 profissionais desde 2002 na cidade de Rondonópolis, no Mato Grosso.

COMMENTS