Iveco entrega 46 Tector à cooperativa Itambé

Iveco entrega 46 Tector à cooperativa Itambé

Veículos foram adaptados às necessidades do cliente, dentro do sistema de customização da montadora, no Pedido de Veículo Especial e será utilizados para coleta de leite in natura em fazendas cooperadas de Minas Gerais

Estrada para a Saúde distribui kit lanche para transportadores no Dia do Caminhoneiro (30/6)
Polícia autua oito caminhões que transportam cargas perigosas em fiscalização na Via Dutra, em Piraí (RJ)
Scania já vendeu 2.200 caminhões Euro 5

A Iveco acaba de entregar 46 unidades do caminhão Tector à Itambé, maior cooperativa de produção de leite do Brasil. Segundo a montadora, os caminhões passaram por um processo de adaptação para atender às necessidades do cliente, dentro do programa Pedido de Veículo Especial. Os Tector serão utilizados pela Itambé para a coleta de leite in natura em diversas fazendas de Minas Gerais.

“A versatilidade da engenharia, a modularidade dos veículos e a flexibilidade produtiva nos permite atender o cliente com o que ele precisa”, destaca Alcides Cavalcanti, diretor de vendas da Iveco Brasil. Os veículos, modelo Textor 170E25 4×2 serão responsáveis pela alimentação da unidade industrial da cooperativa, em Sete Lagoas (MG), que capta e processa 1,6 milhão de litros de leite por dia.

Toda a operação exige passagem por estradas pavimentadas e de chão batido, aplicação considerada severa. Para isso, os caminhões foram equipados com pneus de uso misto (on e off road), parachoque de ferro (o mesmo utilizado na versão 6×4 do Tector), protetor de radiador e um pré-filtro para conferir maior durabilidade ao filtro de ar, uma vez que o veículo roda grandes trechos em estradas de terra com alta incidência de poeira.

Segundo o gerente de Operação de Leite da Itambé, Juliano Antônio Nogueira Silveira, a empresa havia observado a performance dos caminhões Iveco usados pelos coletores terceirizados. “Nossas consultas apontaram para o Tector como o modelo mais adequado para esta operação”, diz Silveira. O negócio com a Itambé foi realizado pela concessionária Iveco Deva, de Belo Horizonte, que vai garantir todo suporte técnico à operação, com manutenção preventiva e corretiva dos novos veículos.

Os caminhões da Itambé estão equipados com um novo tanque de coleta de leite, fornecido pela Líder, de 9.000 litros (12% maior que o anteriormente utilizado), cuja bomba de sucção tem vazão de 40.000 litros por hora (cinco vezes maior que os modelos antigos). O sistema de vedação e isolamento também é mais avançado, garantindo melhor preservação do leite. “Com um caminhão mais potente e bomba mais eficiente conseguimos reduzir em cerca de duas ou três horas o tempo de cobertura de uma rota normal, de 300 km”, diz Armindo José Soares Neto, gerente de suprimentos da Itambé.

COMMENTS