Trecho Sul do Rodoanel deve ter pedágio até setembro

Trecho Sul do Rodoanel deve ter pedágio até setembro

Com o fim das obras de revitalização e aprovação da Artesp, a concessionária responsável pela alça estará autorizada a cobrar tarifa de R$ 2,20

Indústria goiana contrata solução de TI para gerenciar frota de 170 caminhões
Consórcio Scania recebe prêmio de inovação da ABAC
MAN Latin America entrega 200 caminhões para transportadora do Chile

Está chegando a hora do início da cobrança de pedágio no Trecho Sul do Rodoanel. A concessionária SPMar, responsável pela alça de 61,4 quilômetros entre a Rodovia Régis Bittencourt e as Avenida Papa João XXIII, em Mauá, no ABC, chegou à etapa final do PII (Programa Intensivo Inicial), que consiste em uma série de revitalizações na pista.

Caso siga à risca o prazo definido e os trabalhos sejam aprovados pela Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes de São Paulo), a companhia poderá inaugurar a praça de cobrança dentro de 90 dias. O valor da tarifa será de R$ 2,20.

Revitalização

Assinado em 9 de março deste ano, o contrato de gestão determinava o prazo de finalização do PII em, no máximo, 180 dias. Passado mais da metade do tempo, já foram refeitos uma série de obras de roçada, sinalização, iluminação, pavimentação e instalação de câmeras de segurança. Até março de 2012, a concessionária prevê instalar telefones de emergência a cada um quilômetro, totalizando cerca de 120 aparelhos.

Apesar de o Trecho Sul contar com uma série de melhorias, a ausência de sinal em algumas partes do anel viário ainda preocupa bastante os usuários. No período, a concessionária permitiu a instalação de 16 torres de telefonia celular, sendo que nove estão em funcionamento, o que cobre 70% da extensão da alça. Quanto a esta questão, a SPMar não determina quando as pistas contarão com 100% de cobertura.

Trecho Leste

Além do Trecho Sul, a SPMar também é responsável pelo futuro Trecho Leste. A concessionária prevê começar até setembro, com prazo de entrega de três anos, a construção da nova alça.

COMMENTS