Pela primeira vez, Mercedes-Benz do Brasil pode abrir 3º turno na produção

Pela primeira vez, Mercedes-Benz do Brasil pode abrir 3º turno na produção

Novo período na planta de São Bernardo do Campo (SP) seria aberto para suprir as demandas vindas da unidade de Juíz de Fora (MG), que futuramente operará de forma integrada

Metra e 500 voluntários plantam mil árvores no corredor de trólebus que liga ABC a São Paulo
Governo de SP lança consulta pública para Linha 18 do Metrô
Uso obrigatório do extintor ABC é prorrogado para 1º de julho

Tendo em vista a necessidade de suprir a crescente demanda do mercado regional, a fábrica da Mercedes-Benz de São Bernardo do Campo (SP) pode abrir terceiro turno em toda sua área produtiva. Medida ainda está sendo estudada pela empresa.

Com 12 mil funcionários e operando quase no teto de utilização da capacidade instalada, a unidade do ABC Paulista concentra toda a operação de caminhões e ônibus da marca na América do Sul.

Atualmente, somente algumas áreas da fábrica operam 24 horas ininterruptamente. Caso a decisão seja positiva, será a primeira vez que a Mercedes-Benz do Brasil funcionará com três turnos em toda a fábrica desde sua chegada, há 56 anos.

Segundo o presidente da montadora no País, Jürgen Ziegler, a questão de introduzir um turno adicional depende da perspectiva de evolução do mercado e de adaptações na logística da fábrica.

Por enquanto não há uma expectativa de quantos colaboradores serão contratados, mas o dirigente afirma que com a entrada de fabricação de caminhões na nova unidade fabril em Juíz de Fora (MG), a planta do ABC produzirá ainda mais. Isso porque a unidade mineira trabalhará em integração com o recebimento de peças (motores, caixas de transmissão e eixos) fabricadas na unidade paulista.

A partir de 2012, unidade de Minas Gerais produzirá aproximadamente 15 mil veículos por ano. Em São Bernardo, produção saltará de 65 mil para 75 mil ao ano.

Com informações do Diário do grande ABC

COMMENTS