Caminhoneiro Nota 10 atende cerca de 600 motoristas em etapa na Região Nordeste

Ação divulga números preocupantes; dos participantes, 12% apresentaram hipertensão, 14% glicemia elevada, 25% distúrbios visuais e 11% tomam rebite

Banco Mercedes-Benz encerra 2010 com crescimento de 13%
Powertrain da Volvo do Brasil conquista prêmio World Class Manufacturing
Natura adota novo modelo de produção e logística

Cerca de 600 caminhoneiros que trafegaram pela Região Nordeste entre os dias 3 e 27 de maio tiveram a oportunidade de passar por consultas médicas e avaliações oftalmológicas promovidas pelo Caminhoneiro Nota 10.

O projeto consiste em uma carreta convertida em consultório médico, que oferece gratuitamente serviços como atendimento clínico com serviços de enfermagem, verificação de pressão arterial, exames de glicemia e cálculo de IMC (Índice de Massa Corporal). O veículo fica estacionado em postos de abastecimento

A ação levantou dados relevantes sobre o estado clínico dos motoristas. Dos participantes, 12% apresentaram hipertensão, 14% glicemia elevada, 25% índice de massa corporal elevado e distúrbios visuais.
Também foi constatado que 11% dos motoristas atendidos afirmam utilizar substâncias à base de anfetamina, conhecidas entre eles como “rebite”. Substância mantém acordado o caminhoneiro, porém o efeito passa subitamente, o que é extremamente perigoso. Entre os efeitos colaterais apresentados pela droga se destacam o aumento da pressão sanguínea, visão turva e movimentos incontrolados.

O programa Caminhoneiro Nota 10 iniciou no dia 1º de junho o atendimentos aos caminhoneiros da região Sudeste, onde permanecerá até o dia 25 de julho, com parada para atendimento em oito cidades.

COMMENTS